Choque Cultural

A Galeria Choque Cultural está localizada na Alameda Sarutaiá, 206 – Jardim Paulista – São Paulo/SP, entre a Brigadeiro Luís Antônio e a Joaquim Eugênio de Lima. O estacionamento é Zona Azul e possui fácil acesso pelo metrô (Linha Verde). Próxima à Av. Paulista, é uma ótima opção para amantes da arte e apreciadores da cena cultural paulistana.

Últimos Posts

Coletiva Choque 20 anos
Viva às Minhocas !! Lançamento Erica Mizutani

Galeria Choque Cultural SÉRGIO ADRIANO H individual do artista na choque Galeria Choque Cultural SÉRGIO ADRIANO H individual do artista na choque Galeria Choque Cultural SÉRGIO ADRIANO H individual do artista na choque

SÉRGIO ADRIANO H

Abertura: 15/06/2020

Sérgio Adriano H mostra sua vigorosa produção artística, formada por esculturas, fotografias, instalações e intervenções urbanas. A exposição virtual aqui proposta, traz imagens das obras, um texto curatorial de Juliana Crispe sobre o artista e um pequeno vídeo sobre a mais recente exposição do artista (inaugurada dias antes da crise do novo Corona vírus e, portanto, praticamente inédita). Curadoria: Baixo Ribeiro.

Obras
Veja as obras da exposição
Bio
Sobre o artista
Local
Alameda Sarutaiá, 206 – Jardins
São Paulo – SP

SOBRE A EXPOSIÇÃO

E essa tal liberdade, aonde é que anda, aonde é que vai?

Trecho do Texto Curatorial de Juliana Crispe

Os trabalhos de Sérgio Adriano H nos apontam reflexões que interrogam as narrativas, ditas legitimas, de identidades simbólicas, que a partir da construção da história dos negros no Brasil; seja pela escravidão ou pelo embranquecimento da figura dos negros intelectuais, produtores de cultura e história; o artista propõe desconstruções e novos significados para olharmos o tecido social, as segregações, os modos velados da história da negritude e o racismo como mecanismo estruturante da nossa cultura. Veja mais.

ARTISTA

Sérgio Adriano H nasceu em 1975, em Joinville/SC. Artista visual, performer e pesquisador, vive e tem sua produção entre Joinville e São Paulo. É graduado em Artes Visuais e mestre em Filosofia. Tem trabalhos em acervos públicos e particulares. Foi incluído, em 2014, no livro “Construtores das Artes Visuais: Cinco Séculos de Artes em Santa Catarina” como um dos 30 artistas mais influentes do Estado. Com objetos, fotografias e vídeos, a prática do artista propõe reflexões sobre temas existenciais pensados dentro do sistema simbólico conhecido como “verdade”. Essas discussões abrangem questões sobre a morte, a identidade racial, a violência e o apagamento social. Veja mais.

DETALHES DE ALGUMAS DAS OBRAS

últimas produções de sérgio adriano h

OBRAS DISPONÍVEIS