Choque Cultural

A Galeria Choque Cultural está localizada na Alameda Sarutaiá, 206 – Jardim Paulista – São Paulo/SP, entre a Brigadeiro Luís Antônio e a Joaquim Eugênio de Lima. O estacionamento é Zona Azul e possui fácil acesso pelo metrô (Linha Verde). Próxima à Av. Paulista, é uma ótima opção para amantes da arte e apreciadores da cena cultural paulistana.

Últimos Posts

IN: TENSÃO
2023 – retrospectiva Choque
Image module

REDE CHOQUE

A cidade é um organismo vivo: movimento, pressa, sons, cores (ou a falta delas), texturas, aromas e sabores. Ora intimidadora, ora acolhedora, seus habitantes são atravessados pela cidade e suas manifestações e, ao mesmo tempo, atravessam os lugares em uma troca constante numa via de mão tripla: dou, recebo e retribuo. Um imenso palco onde diversas cenas e personagens mantêm a urbe pulsante.

DIVERSAS CENAS

Das grandes obras feitas nas empenas cegas ao pequeno sticker colado em uma placa de PARE, passamos diariamente pelos graffitis, pixos, lambes, HQ’s, tatuagens, estampas de camiseta, cabelos coloridos, corpos prateados, repentistas, pela galera do skate, do hip hop e toda sorte de artistas, malabaristas e performers, consagrados e anônimos, que povoam lugares e imaginários e trazem consigo muitas histórias e muita arte. Foi de olho nessas várias cenas que surgiu a Rede Choque.

De dentro e de fora Masp e Choque
Armazém Coletivo Elza na Choque

REDE CHOQUE CULTURAL

Inverter a dinâmica centro-periferia e colonizar espaços até então dedicados exclusivamente à “Arte” sempre foi a proposta da Choque Cultural. Diversificar o mercado, criar colaborações, promover intercâmbios, viagens, estudos, seminários e encontros. Trazer visibilidade para as mais variadas possibilidades de criação, mapear e apresentar ferramentas que facilitem as conexões entre artistas, público e colecionadores. Uma capilarização que possibilita um fluxo contínuo de diálogo, criações e recursos, na mesma via de mão tripla: dar, receber e retribuir. Faça parte dessa grande rede.

Rede Choque Cultural
REDE
O programa De Dentro e De Fora, criado em parceria da Choque Cultural com o Museu de Arte de São Paulo, MASP, apresentou a arte urbana contemporânea para um público de 250 mil pessoas em seus quatro meses de duração.
Rede Choque Cultural
CHOQUE
Foi em 2019 que eu conheci o projeto Armazém e o Coletivo Elza, através da professora, artista e curadora Lilian Amaral, que nos animou a fazer juntos ações que seriam realizadas sob o guarda-chuva da Bienal de Curitiba nesse mesmo ano. Foi amor à primeira vista.
Rede Choque Cultural
CULTURAL
Com a exposição individual Mulheres: raízes da conexão, Prêmio em Artes Visuais do Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo, pelo Histórico de Realização, Soberana Ziza explora outras linguagens para além da pintura mural e em tela.

PROJETOS

delimiter image
Elisa Stecca na Choque

Com bate papo aberto ao público, a artista Elisa Stecca apresenta seu novo livro e séries de gravuras fotográficas no sábado, dia 17 de junho às 11 horas e a

Visão Periférica – Farol Santander

Visão Periférica é uma mostra de vídeos artísticos e animações de curta duração apresentados ao ar livre, transmitidos diariamente desde de novembro de 2021, no painel de led do Santander.

SP ARTE 2022 – Amazônia Crew

Choque na SP-Arte | Estande D-15 Amazônia Crew é um programa que visa apresentar uma cena de arte urbana amazonense, já muito forte e consolidada localmente. À partir de parceria

Soberana ZIZA – Individual

Temos o prazer de anunciar a exposição “Mulheres: raízes da conexão” de Soberana Ziza, artista que venceu o Prêmio em Artes Visuais do Programa de Ação Cultural do Governo do

Tango 360°: Tec em seu ateliê

TANGO 360º é uma exposição diferente, cruzada pelo isolamento e distanciamento social e pelo momento presente que estamos vivendo. As obras reunidas na individual do artista Tec foram pintadas antes da

SWOON no MASP – Acampamento Ersília

Uma das mais instigantes e inspiradoras experiências da minha vida Assim eu, como curador e urbanista, posso definir o projeto em conjunto com a artista norte-americana Swoon e uma grande

Armazém-Florianópolis: na REDE CHOQUE

Foi em 2019 que eu conheci o projeto Armazém e o Coletivo Elza, através da professora, artista e curadora Lilian Amaral, que nos animou a fazer juntos ações que seriam

Narcélio Grud – MARA HOPE

Foi numa carcaça de navio naufragado Mara Hope, que sobrou encalhado perto da praia de Iracema, que Narcélio encontrou a plataforma ideal para suas intervenções urbanas (pra lá de urbanas,

Vocabulário Combativo por BijaRi

VOCABULÁRIO COMBATIVO é uma série de imagens criadas pelo BijaRi especialmente para serem apresentadas em mídias sociais. Não apenas no Instagram, Face etc, mas também projetadas em fachadas de prédios

A Praça Rosa – Alê Jordão

Intervenção urbana de Alê Jordão no Outubro Rosa Alê Jordão em campanha pela prevenção do câncer de mama, no Outubro Rosa, unindo arte e ativismo na ocupação de espaços públicos

Mariana Pabst Martins no Senac Lapa Scipião

Manuscript Replica A Galeria do Senac Lapa Scipião promove, de 10 de Junho a 31 de Agosto de 2017, a exposição Manuscript Replica de Mariana Pabst Martins. Abertura: dia 10 de Junho,

Skate coletivo de Guilherme Teixeira

O skate que não tem começo e não tem fim, um ouroboros, uma serpente alquímica, um símbolo do eterno. Um brinquedo de criança, um esporte sem competição. Um veículo que se

O programa De Dentro e De Fora transforma o MASP

O programa De Dentro e De Fora, criado em parceria da Choque Cultural com o Museu de Arte de São Paulo, MASP, apresentou a arte urbana contemporânea para um público de

Ocupação da Choque em Basel

A Choque foi a Basel para transformar a paisagem local. Ocupou a área do porto do Rio Reno, com exposições, graffiti, seminários e outras ações culturais em parceira com a

Shag e Gary Baseman na Choque

Em janeiro de 2010, aconteceu na Choque João Moura, duas importantes exposições dos artistas norte-americanos Gary Baseman, “Dream Reality” e Josh Agle aka Shag, “An Esquisite Hunger”. Um intercâmbio entre