Choque Cultural

A Galeria Choque Cultural está localizada na Alameda Sarutaiá, 206 – Jardim Paulista – São Paulo/SP, entre a Brigadeiro Luís Antônio e a Joaquim Eugênio de Lima. O estacionamento é Zona Azul e possui fácil acesso pelo metrô (Linha Verde). Próxima à Av. Paulista, é uma ótima opção para amantes da arte e apreciadores da cena cultural paulistana.

Últimos Posts

Coletiva Choque 20 anos
Viva às Minhocas !! Lançamento Erica Mizutani
Image module

IN: TENSÃO

Na exposição Daniel Melim in: tensão, o artista atinge a tensão máxima entre figurativo e abstrato, marca registrada da sua pintura. O elemento figurativo da sua pintura adquire aspecto realista, algo, até então, inédito em seus trabalhos.

Image module
Curadoria
Lui Tanaka
Bio
Sobre a artista
Local
Alameda Sarutaiá, 206 – Jardins
São Paulo – SP

SOBRE EXPOSIÇÃO

Daniel Melim in: tensão expõe trabalhos do artista com quase 25 anos de carreira. Formado em educação artística pela FATEA (2002) e pós-graduado em Linguagens Visuais (2005), Daniel Melim vem participando de exposições coletivas e individuais no Brasil e no mundo afora desde 2001.

 

MASP, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu Afro-Brasil, bem como AMBA Collection (Inglaterra) e Museo de la Solidariedade Salvador Allende (Chile) possuem obras do artista em seus acervos.

 

Seus trabalhos mais recentes são a exposição individual na Fundação Iberê Camargo (Porto Alegre) e um grande mural (Viena, Áustria). Daniel Melim ainda produz gravuras, fanzines e programas educativos na comunidade do Jardim Limpão, em São Bernardo, onde está localizado o seu estúdio.

 

Na exposição  Daniel Melim in: tensão, o artista atinge a tensão máxima entre figurativo e abstrato, marca registrada da sua pintura. O elemento figurativo da sua pintura adquire aspecto realista, algo, até então, inédito em seus trabalhos.

 

Mas a tensão também está expressa na temática dos trabalhos, como na instalação Ato (2023), no qual os atos  de violência e de negligência da democracia são colocados em oposição ao tema da justiça, que o artista menciona por meio do mito de Er, de Platão.

 

E nos outros trabalhos em que há, sempre, elementos em explícita oposição:  a dualidade entre a feminilidade e o policialesco; a ironia do legítimo frango, que não é o de padaria; e até mesmo o vazio que permeia a relação dos casais pela ausência das presenças.

ARTISTA

O artista Daniel Melim nasceu em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Foi em uma pista de skate da cidade natal, ainda adolescente lá nos anos 1990, que seu interesse pela arte foi despertado, não a arte das manobras, mas a arte urbana e suas intervenções.

Melim traz para sua pintura o stencil, camadas de informações e significados que são depositadas na tela de maneira meticulosa. Ruídos e resíduos, pedaços de textos e texturas em uma composição engenhosa que simula a rua e sua deterioração.

Daniel não traz apenas as técnicas e referências da rua para seus trabalhos. Ele reproduz as suas histórias nos proporcionando a mesma inquietação. Em 2013 o Mural da Luz, na Av. Prestes Maia, feito por Melim, foi eleita a obra mais representativa da cidade de São Paulo.

CONHEÇA ALGUMAS OBRAS DA EXPOSIÇÃO!

Últimas produções de Flávia Itiberê

OBRAS DISPONÍVEIS PARA COMPRA!