Choque Cultural

A Galeria Choque Cultural está localizada na Alameda Sarutaiá, 206 – Jardim Paulista – São Paulo/SP, entre a Brigadeiro Luís Antônio e a Joaquim Eugênio de Lima. O estacionamento é Zona Azul e possui fácil acesso pelo metrô (Linha Verde). Próxima à Av. Paulista, é uma ótima opção para amantes da arte e apreciadores da cena cultural paulistana.

Últimos Posts

Coletiva Choque 20 anos
Viva às Minhocas !! Lançamento Erica Mizutani

Galeria Choque Cultural JACA individual do artista na choque Galeria Choque Cultural JACA individual do artista na choque Galeria Choque Cultural JACA individual do artista na choque

Jaca na Choque

Abertura: 25/03/2023

Jaca na Choque

Exposição individual. Abertura: dia 29 de abril de 2023.

Endereço: Alameda Sarutaiá 206, Jardim Paulista.

Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 11 às 18 horas ou com agendamento.

A nova exposição do artista Jaca apresenta as suas mais recentes pinturas.  São peças de variadas dimensões e temáticas urbanas com forte acento sócio-psicológico. A cidade é representada por ambientes e situações nas quais os dramas, tragédias e comédias se sucedem criando uma narrativa contínua – de uma continuidade impressionante, que perpassa décadas de intensa variação.

Obras
Veja as obras da exposição
Bio
Sobre o artista
Local
Alameda Sarutaiá, 206 – Jardins
São Paulo – SP

SOBRE A EXPOSIÇÃO

Nas telas, Jaca costuma apresentar variadas cenas/situações simultaneamente, através das quais é construída uma complexa narrativa sobre o espaço imaginário do qual fazem parte.

Em diferentes pinturas, algumas dessas cenas/situações e personagens podem reaparecer idênticas ou transformadas, sendo que o conjunto das suas pinturas formam uma construção permanente e acumulativa de uma cidade fantástica.

Nos desenhos feitos em folhas de cadernos, Jaca usualmente desenvolve os ícones e algumas situações específicas, como se estivessem num estágio de projeto, para alcançarem um novo estágio – mais definitivo – quando passa a pertencer a uma pintura em tela.

Esse procedimento de projeto/desenho e realização/tela é comum em seu processo criativo, porém não é exatamente uma regra. Os cadernos, em si, podem ser também considerados uma categoria de obra com a qual o artista se expressa regularmente.

Jaca tem uma intensa e extensa produção de peças únicas e originais criadas a partir de livros, cadernos e outras publicações, das quais o artista aproveita o objetos, mas os ressignifica pela pintura e interferência em todas as suas páginas e capas, como, por exemplo, a série de livros enciclopédicos, dos quais o artista mantém à vista algumas ilustrações e fotos originais da edição, porém pinta toda a área das páginas, reconfigurando por completo o livro em questão.

A produção digital também tem importância sensível no portfólio do artista – que foi um dos pioneiros da arte digital no Brasil – e corresponde a uma extensa parte de seu corpo de trabalho.

A sua categoria digital tem a mesma complexidade das pinturas em telas, nas quais o artista usualmente cria conjuntos intrincados de cenas/situações, utilizando as ferramentas, como canetas e mesas digitalizadoras e programas, como Photoshop e Illustrator.

Jaca também enveredou pela assemblagem, técnica que tem utilizado para construir impressionantes objetos tridimensionais e traduzir, para o campo dos objetos, o mesmo complexo imaginário que aparece nas pinturas. A colagem também faz parte do repertório do artista e pode ocorrer mesmo dentro de uma tela, em associação à pintura.

Apesar da profusão de trabalhos, esboços e projetos nas mídias supracitadas, pode-se considerar a pintura sobre tela, a principal e mais importante mídia desenvolvida pelo artista. Nas pinturas, Jaca sintetiza e transpõe para o espaço pictórico, como se fosse uma ópera, todas as árias que compõem o conjunto da obra.

ARTISTA

O artista Jaca (Paulo Carvalho Jr.), nasceu em 1957, em Porto Alegre e mora em São Paulo. Artista multimídia, transita com muita facilidade pelo desenho, pintura, design gráfico, caligrafia, colagem, gravura, HQ’s e tem também algumas experiências com animações digitais.

Jaca criou um imaginário muito específico que serve como fonte das histórias que vai narrando a cada desenho, pintura ou imagem digital que apresenta. Esse universo representa espaços urbanos e arquitetônicos nos quais acontecem cenas/situações inusitadas das quais emergem personagens diversos, fantásticos e mundanos.

Toda a inquietação do artista está presente nos trabalhos que, a princípio, podem nos enganar. A aparente inocência se desmancha quando olhamos, vemos e enxergamos. A observação demanda tempo, mas a partir daí o desassossego é todo nosso.

DETALHES DE ALGUMAS DAS OBRAS

últimas produções de narcélio grud

OBRAS DISPONÍVEIS